6 regras para viralizar nas Redes

Blog da Mobilize no Brasil

6 regras para viralizar nas Redes

O termo “viral” está relacionado a velocidade de propagação da informação. Ser viral, significa chamar a atenção ao ponto de fazer com que as pessoas falem e multipliquem uma para as outras. Para ajudar a sua equipe nessa difícil tarefa, aqui vão 6 elementos comum em vários virais que ganharam a rede:

1 – Não seja neutro – Virais precisam ter uma carga emocional. Tentar agradar a todos só vai deixar seu conteúdo artificial ou pouco relevante. Ex: O comediante Rafinha Bastos optou pelo insulto e, hoje, é amado e odiado por milhares de pessoas. Um de seus vídeos teve mais de 1,4 milhões de views.
2 – Faça algo imprevisível – Siga o exemplo da série “Will it Blend”, da marca de liquidificadores Blendtec. O vídeo em que o CEO da Blendtec, Tom Dickson, destrói um novíssimo iPhone 4S teve mais de 1 milhão de views em menos de 15 dias.
3 – Não tente vender algo – Seja interessante e mas natural. O público não quer ver um produto ou comprar um sermão. Queremos apenas ter assunto para comentar.
4 – Faça mais de um conteúdo – Você precisa ser mais do que um viralzinho de 5 minutos. Por exemplo, a Coca-Cola, produziu vários vídeos da série Happines por todo o mundo. Ao assistir um, vários outros são sugeridos pelo Youtube.
5 – Ajude o compartilhar – Não dificulte. Seu conteúdo precisa ser amigável ao Facebook, Twitter, WhatsApp ou Blogs, com fácil acesso e pronto para compartilhar.
6 – Participe da conversa – Fazer parte do diálogo é tão necessário quanto o compartilhar. Ex: a campanha da Old Sprice nos EUA, onde diversos vídeos foram criados a partir da conversa e comentários com o público nas Redes Sociais.

Então, pronto para criar seu conteúdo e viralizar?
Fonte: ResultsOn